segunda-feira, 11 de maio de 2015

Como é o pôr-do-sol em Marte? Mais azulado


Fotografia © NASA / JPL-Caltech / MSSS

No seu 956.º dia no planeta vermelho o robô Curiosity parou para ver o sol a desaparecer atrás das montanhas. Veja a animação.

Mais azulado. É esta a resposta rápida à pergunta sobre o pôr-do-sol em Marte, cortesia do robô Curiosity. No seu 956.º dia no planeta vermelho, a 15 de abril, o robô da Agência Espacial norte-americana (NASA), parou para ver e gravar o sol a desaparecer atrás das montanhas, a cores.

Este foi o primeiro pôr-do-sol a cores visto pelo Curiosity, a partir da cratera de Gale. As imagens foram captadas pela câmara do olho esquerdo e a cor calibrada para ser semelhante à que seria vista por um humano.


O tom azulado, explica a NASA, é resultado da composição da atmosfera de Marte, que tem partículas muito finas que permitem à luz azul penetrar mais com mais facilidade do que outras cores com outros comprimentos de onda. O efeito é mais pronunciado na altura do pôr-do-sol, quando a luz incide de forma mais oblíqua, percorrendo um caminho mais longo.