terça-feira, 5 de maio de 2015

A humanidade não dura mais do que mil anos na Terra, diz Stephen Hawking

A humanidade não dura mais do que mil anos na Terra, diz Stephen Hawking

Stephen Hawking sentenciou o futuro

O físico britânico, famoso por ser um divulgador da ciência – cuja vida foi recentemente encenada para o cinema em A Teoria de Tudo –, disse numa conferência à distância em Sidney (Austrália) que devemos continuar a levar a sério a exploração espacial por que o nosso futuro neste planeta está condenado.

A falar a partir do reino Unido, numa transmissão por holograma a uma plateia que esgotou a sala da famosa Ópera de Sidney no fim-de-semana, Stephen Hawking sentenciou o futuro: “Não acredito que duremos outros mil anos sem sairmos do nosso frágil planeta. Por isso, lembrem-se de olhar para as estrelas e não para os pés”. 

Mas a sessão foi interrompida por uma pergunta que suscitou um fait-divers. Um dos participantes questionou o físico sobre qual seria o efeito cosmológico da saída de Zayn Malik da boysband One Direction. Após uma breve pausa, Hawking não perdeu o equilíbrio da conversa. “Até que enfim uma questão importante”, respondeu, perante a gargalhada geral da assistência. “O meu conselho, nesse caso, a qualquer rapariga desiludida com a saída dele da banda é que estude física teórica porque um dia poderemos provar a existência de universos múltiplos… Não seria de todo impossível que algures, fora do nosso universo esteja outro diferente. Talvez aí, nesse universo, o Zayn possa ainda estar nos One Direction”. 

fonte: Sol