quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Encontrado monge mumificado que "não está morto"



Segundo os especialistas, o monge, que se encontra na posição lotus, não está morto mas sim em profunda "meditação".

O corpo do monge mumificado, que se estima ter já 200 anos, foi encontrado em Songino Khairkhan, na Mongólia, no dia 27 de Janeiro. Especialistas dizem que o monge, que estava coberto com pele de gado, "não está morto", mas sim num estado de "meditação" profunda conhecida como "tukdam". Encontrando-se neste estado espírito, o monge está apenas a uma fase de se tornar um Buda.

Segundo afirma Barry Kerzin, médico de Dalai Lama e um famoso monge budista, "quando uma pessoa está durante três semanas neste estado, o que é raro de acontecer, o corpo começa a ficar contraído e o que resta são as roupas, o cabelo e as unhas", cita o Daily Mirror.

De acordo com o que noticia este jornal, a polícia revelou que o monge foi roubado de uma cave e o raptor pretendia vender o corpo no mercado negro por "preços altíssimos". O suspeito, de 45 anos, já foi detido.

O monge encontra-se, agora, no Centro Nacional de Perícia Forense em Ulan Bator, a capital da Mongólia. 

fonte: Sábado