sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Planeta Terra pode ficar descansado: nenhum asteroide vai atingi-lo em setembro. Palavra da NASA


Fotografia © Don Davis / NASA

Rumores na Internet apontavam para um impacto de asteroide entre 15 e 28 de setembro, que seria catastrófico para o continente americano. A NASA resolveu descansar a população no planeta.

O Planeta Terra pode mesmo descansar. Afinal, ao contrário dos rumores que tanto circulam na Internet, nenhum asteroide vai atingir uma zona perto de Porto Rico e deixar um rasto de destruição no continente americano. E quem o garante é a NASA, que quer assim acabar com os eventuais receios de um impacto catastrófico, cujos rumores se tornaram virais em blogs e em redes sociais.

"Não há qualquer base científica - nem uma ínfima prova - que um asteroide ou outro objeto do espaço irá cair na Terra naquelas datas", salienta Paul Chodas, diretor do gabinete de objetos próximos da Terra, citado pelo site da NASA.

As datas apontadas são entre 15 e 28 de setembro, segundo alguns estudiosos da Bíblia que lançaram a informação na Internet. E para que não existam dúvidas, a NASA reforça o desmentido no comunicado publicado no site, mais uma vez com uma frase de Paul Chodas: "Se houvesse algum objeto suficientemente grande para fazer esse tipo de destruição em setembro, nós já teríamos visto algo."

A NASA escreve ainda que "qualquer asteroide potencialmente perigoso" tem menos de 0,01% de possibilidade de atingir a Terra nos próximos cem anos. Recorda ainda que já este ano dois asteroides - que também se dizia serem perigosos -, acabaram por passar perto da Terra, sem causarem qualquer problema, "tal como a NASA disse que aconteceria", lê-se.

Nas previsões que se tornaram virais, o asteroide deveria cair numa zona perto de Porto Rico, causando grande destruição nos Estados Unidos e no México, mas toda a América Central e do Sul sofreria com o impacto.

Mas afinal, e tal como destaca a NASA, a Terra continuará segura, tal como aconteceu a 21 de dezembro de 2012, quando o final do calendário Maia deu lugar a previsões catastróficas que não se concretizaram. A NASA escreve mesmo que não é a primeira e nem será a última vez que surge uma previsão sem qualquer prova que um objeto do espaço vai cair no planeta Terra: "Parece ser [um tema] preferido da World Wide Web."