quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Elefante mata tratador e foge com turistas às costas


Fotografia © REUTERS



Os passeios de elefante são uma atividade tão popular e lucrativa que atualmente há mais animais domesticados do que selvagens na Tailândia.

Um elefante matou o tratador e fugiu com três turistas chineses ainda montados às costas. O incidente aconteceu na quarta-feira, no norte da Tailândia, onde os passeios de elefante são uma atividade turística muito popular.

"O mahout [tratador] que foi morto era Karen [uma minoria étnica do norte do país] e não estava familiarizado com o elefante. Os turistas já estão em segurança", disse Thawatchai Thepboon, comandante da polícia de Mae Wang, em Chiang Mai.

O casal chinês e o filho apanharam o susto de uma vida, já que assistiram a tudo montados no animal, que se voltou contra o tratador. O elefante foi depois acalmado por outros mahouts e regressou ao campo.

Os passeios de elefante são uma atividade tão popular e lucrativa que atualmente há mais animais domesticados do que selvagens na Tailândia - as estimativas apontam para 4000 contra 2500.

Grupos ambientalistas e conservacionistas alegam, no entanto, que esta "indústria" levou a um aumento da caça furtiva e que é cruel para os animais.