sábado, 29 de agosto de 2015

Astronautas captam imagens raras de um misterioso "duende vermelho"


Os habitantes da Estação Espacial captaram este mês uma das melhores imagens dos elusivos "duendes vermelhos". Veja as fotografias.

São tão elusivos que receberam o nome de uma criatura mitológica: duendes vermelhos. Agora astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional captaram imagens raras e boas deste fenómeno: um "duende vermelho", na tradução literal da expressão inglesa "red sprite". Na realidade é um tipo de descarga elétrica associada a tempestades poderosas, que irrompe nas camadas superiores da atmosfera.

Por ocorrerem por cima das nuvens e se prolongarem na estratosfera e na ionosfera e por serem muito rápidos, são fenómenos que raramente são vistos e dos quais se sabia muito pouco antes da era espacial - as primeiras imagens apareceram apenas em 1989. Daí terem sido batizados de duendes.


Os astronautas da EEI captaram esta imagem a 10 de agosto. Na imagem o fenómeno está a 2200 quilómetros de distância da estação, sobre os Estados Unidos, e são visíveis as luzes de Dallas (Texas) no centro.

Momentos depois os astronautas captaram outra descarga, sobre El Salvador, desta vez mais perto e, por isso, com mais pormenores.

As imagens mostram a luz a chegar até aos 100 km de altitude, nota a Agência Espacial Norte-americana (NASA).

Estas descargas elétricas, conhecidas como "red sprites", não são relâmpagos no sentido normal do termo: são emissões de carga positiva que não atingem as temperaturas extremamente altas associada aos raios, explica a NASA. A cor vermelha vem do efeito das partículas carregadas no nitrogénio na atmosfera, um efeito semelhante ao das auroras.