terça-feira, 25 de julho de 2017

Sua vida irá repetir-se infinitas vezes, dizem cientistas


Os humanos estão enroscados numa dobra do tempo que pode estar repetindo por toda a eternidade, de acordo com nova teoria.

Já teve a sensação de que já fez exactamente o mesmo antes? Uma nova teoria afirma que os seres humanos provavelmente repetiram o mesmo comportamento uma quantidade infinita de vezes, graças ao facto do tempo e do Universo estarem repetindo-se por toda a eternidade.

O Universo expandiu-se a um ritmo acelerado desde o início dos tempos, e alguns especialistas acreditam que um dia alcançará um ponto de inflexão, onde ele não pode expandir mais e começará a contrair.

Vai demorar cerca de um trilião de anos para o Universo se contrair ao ponto ‘infinitésimo’ de onde começou, e uma vez que isto aconteça, o Big Bang ou algo semelhante ocorrerá de novo, diz a teoria.

No entanto, como tudo vem do mesmo exacto ponto, alguns sugerem que isso faz com que a mesma história se repita infinitas vezes por toda a eternidade.

Essencialmente, isso confirma que o tempo também é uma ilusão.

O Dr. Paul Frampton, professor de física da Universidade da Carolina do Norte (EUA), disse:

Este ciclo ocorre um número infinito de vezes, eliminando assim qualquer começo ou fim de tempo.

Parampreet Singh do Perimeter Institute for Theoretical Physics em Ontário, disse à Phys.org:

O significância desse conceito é que ele responde ao que aconteceu com o universo antes do Big Bang.

Ele acrescentou que, se pudéssemos olhar de volta antes do Big Bang, as coisas seriam exactamente as mesmas, mas talvez poderiam estar no sentido inverso.

O Sr. Singh continuou:

No Universo antes do salto, todas as características gerais serão as mesmas. Ele seguirá as mesmas equações dinâmicas, as equações de Einstein quando o Universo for grande.

Nosso modelo prevê que isso aconteça quando o Universo se torne na ordem de 100 vezes maior do que o tamanho Planck. Além disso, o conteúdo da matéria será o mesmo e terá a mesma evolução.

Uma vez que o Universo pré-salto esteja contraindo-se, parecerá como se estivéssemos olhando para trás no tempo”.

fonte: Express