terça-feira, 25 de julho de 2017

Cientistas vão procurar extraterrestres num satélite de Saturno


NASA vai utilizar tecnologia inovadora para descobrir a existência de vida no espaço

Um grupo de cientistas vai utilizar uma tecnologia inovadora denominada de microscopia holográfica para tentar descobrir vida extraterrestre em Enceladus, o sexto maior satélite natural de Saturno, que se caracteriza por ter um oceano de água liquida sob uma superfície gelada.

Segundo uma publicação do jornal Astrobiology, a nova técnica usa lasers para gravar imagens a três dimensões (3D) para detetar micróbios extraterrestres que, segundo os especialistas, podem colocar o homem mais perto de descobrir a existência de outras formas de vida no espaço.

"A microscopia holográfica digital permite-nos ver e seguir o mais ínfimo dos movimentos", revelou Jay Nadeau, professor de pesquisa de Engenharia Médica e Aeroespacial.

Há muito que Enceladus é alvo de grande curiosidade por parte da comunidade científica por causa do oceano subterrâneo por baixo de uma crosta de gelo que foi descrita pela NASA como "uma pista promissora" na procura de vida no espaço.

Um antigo investigador, Geoffrey Marcy, chegou mesmo a sugerir que um grupo de milionários trabalhasse com a NASA para construir uma nave espacial com capacidade para chegar a Enceladus. No entanto, esta nova tecnologia poderá ser a solução para chegar mais facilmente àquele satélite de Saturno.