sexta-feira, 28 de julho de 2017

Reino Unido torna públicos arquivos sobre ufologia

 (Foto: Pixabay)

Ufologistas, porém, acham estranho governo só liberar novos documentos para quem for até o Arquivo Nacional, sem deixá-los disponíveis na internet

os últimos arquivos sobreufologia do Reino Unido estão sendo liberados pelo governo britânico. Agora, 15 de um total de 18 que faltam ser disponibilizados para o público já podem ser acessados pela sociedade, mas há um empecilho: os documentos só podem ser encontrados no Arquivo Nacional, situado em Kew, distrito de Londres.

Esse fato criou um rebuliço e aumentou as suspeitas de que o Ministério da Defesa (MoD, na sigla em inglês) esteja escondendo algo, o que resultou em várias teorias da conspiração correndo entre os interessados por ufologia nos últimos dias.

Carl Mantell, do comando da Força Aérea Britânica, entretanto, disse em 2009 que não há provas de que sugiram ameaças de vida extraterrestre ao exército britânico. "Não há benefícios em gravar, agrupar, analisar e investigar ovnis", afirmou em comunicado oficial

Em 2013, a maior parte dos arquivos sobre ufologia do Reino Unidos foram liberados. Esses estão disponíveis na internet. Mas os 18 documentos restantes foram retidos para maiores avaliações do governo, que não queria liberar tudo ao público antes de uma última checagem.

"Acredito que é justo dizer que o programa tem sido bem sucedido para o MoD. Atingiu boa parte da publicidade nacional e internacional, na maioria das vezes positiva ou, na pior das hipóteses, neutra", afirmou o escritório do Ministério em comunicado de 2009.

Além disso, o MoD crê que parte dos ufologistas nunca estarão convencidos de que tudo foi tornado público. "Francamente, não importa o que dissermos, eles escolherão acreditar no que querem e não vamos convencer todo mundo."

Os arquivos mais interessantes mostram um grande número de comunicados feitos ao governo sobre o aparecimento de possíveis naves espaciais entre os anos de 2008 e 2009. Nesse período, foram 851 notificações — que, em várias vezes, foram provadas serem outras coisas que não ovnis.