segunda-feira, 2 de maio de 2016

Descobertos três planetas "potencialmente habitáveis"



Três planetas "potencialmente habitáveis" foram descobertos na órbita de uma pequena estrela e oferecem pela primeira vez a possibilidade "de se encontrarem vestígios químicos de vida fora do nosso sistema solar", segundo investigadores.

A descoberta é importante porque são "planetas de tamanho semelhante ao da Terra, potencialmente habitáveis e propícios a estudos atmosféricos pormenorizados com a tecnologia atual", declarou à agência France-Presse Michael Gillon da Universidade de Liège, na Bélgica, astrofísico e principal autor de um estudo divulgado hoje na revista britânica Nature.


Os três planetas orbitam uma estrela a cerca de 39 anos-luz de distância e foram detetados através do telescópio TRAPPIST, instalado no Observatório La Silla, no Chile.

Emmanuel Jehin, outro dos autores do estudo, também da Universidade de Liège, considera que a descoberta representa uma "mudança de paradigma" na busca de vida noutros lugares do universo.

Tendo em conta o seu tamanho e proximidade à estrela de baixa intensidade, todos os planetas podem ter regiões com temperaturas adequadas à existência de água líquida e de vida, concluiu o estudo.

"Isto é a sorte grande" para este campo de investigação, disse Julien de Wit, do Massachusetts Institute of Technology e coautor do estudo, adiantando que deverá ser possível determinar se aqueles planetas abrigam vida durante esta geração.