segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Membro artificial é alimentado por combustível de foguetões

protese.jpeg

O novo membro mecânico pretende ajudar amputados a caminhar mais naturalmente e sem tanto esforço.

Segundo o io9, uma equipa de engenheiros mecânicos do Instituto de Tecnologia da Georgia (ITG), EUA, criou uma prótese alimentada por um tipo especial de combustível líquido que também é usado em foguetões.

A ideia parte da necessidade de construir uma prótese capaz de fornecer tanta energia quanto o tornozelo humano. Esta parte da anatomia da perna fornece mais energia ao processo de locomoção que a anca e o joelho. Até agora, a maioria das próteses abaixo do joelho não produziam energia suficiente para ajudar o amputado a caminhar. Assim, explica o io9, um amputado tem de exercer mais stress nas articulações e gastar mais energia que o normal para conseguir caminhar.

Os investigadores do ITG criaram uma prótese que recorre a um combustível que não precisa de ser misturado com outros gases para ser usado como fonte de energia. Ao mesmo tempo, a equipa criou um “motor” que funciona como um músculo. Esta versão é mais compacta, leve e poderosa, e mais semelhante a um músculo biológico por comparação a outros músculos artificiais entretanto desenvolvidos.

A próxima fase da investigação passa pela segurança e fiabilidade do dispositivo, bem como pela exploração de novas formas de gerir a exaustão de gases, armazenamento de combustível, isolamento térmico e gestão de calor.


Sem comentários:

Publicar um comentário