segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

SpaceX falha aterragem de foguetão em plataforma flutuante no Atlântico


A cápsula Dragon levou mais de 2,2 toneladas de alimentos e experiências científicas para a Estação Espacial Internacional.


A empresa norte-americana SpaceX levou a bom porto a quinta missão de abastecimento da Estação Espacial Internacional (EEI), mas falhou hoje a aterragem de um foguetão numa plataforma flutuante no Oceano Atlântico.

Esta missão de abastecimento tinha como particular importância porque a SpaceX quis tentar pela primeira vez pousar o "primeiro andar" da cápsula Dragon numa plataforma no Atlântico.

O dono da SpaceX, Elon Musk, havia já admitido que o procedimento seria como "tentar equilibrar uma vassoura na palma da mão durante uma tempestade de vento", e as probabilidades de serem terem sucesso eram de "50% na melhor das hipóteses".

O objetivo principal da missão, contudo, foi atingido: levar mais de 2,2 toneladas de alimentos e experiências científicas destinadas à EEI.

O sucesso da aterragem na plataforma flutuante seria proveitoso porque, através da reutilização dos propulsores, seria possível reduzir os custos da operação.

A tentativa deu-se a 322 km do Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos, às 04:47 locais, 09:47 em Lisboa.

A empresa SpaceX, com sede em Hawthorne (Califórnia), foi contratada pela NASA, depois do fim do seu programa de vaivéns espaciais, para fazer 12 missões de aprovisionamento da EEI. A NASA optou por entregar as missões mais rotineiras a privados, para se concentrar em missões que considera mais importantes.