quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O ano de 2015 vai ter um segundo a mais


O primeiro "segundo intercalar" foi adicionado em 1972.

O ano de 2015 vai ser ligeiramente maior do que o ano passado: a 30 de junho, às 00 horas, 59 minutos e 59 segundos, 2015 vai ganhar um segundo extra. Chama-se "segundo intercalar" e a sua introdução nos relógios foi anunciada ontem pelo International Earth Rotation Service (IERS).

O serviço constatou ser necessária a introdução de um "segundo intercalar" para coordenar a escala do Tempo Atómico Internacional com a rotação do planeta Terra, explica uma nota do Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), a entidade responsável pela manutenção da Hora Legal em Portugal. Ou seja, o segundo intercalar vai permitir que os nosso relógios não se adiantem em relação à rotação do planeta.

Isto porque a duração do "segundo" na escala do Tempo Atómico é constante e atualmente é mais curta do que a do "segundo" da rotação da Terra, uma vez que a rotação completa da Terra dura cada vez mais tempo - está a desacelerar muito muito lentamente, a um ritmo de dois milésimos de segundo por século.

Na prática, em vez de se passar das 00:59.59 para a 1:00.00 da manhã, é adicionado um segundo nas 00:59.60. Claro que esta mudança pode causa alguns problemas. Quando foi aadicionado um segundo extra em 2012, várias empresas de software tiveram problemas, como a Mozilla e o LinkedIn, já que não estão preparadas para incluir segundos adicionais. Assim o OAL disponibiliza mais esclarecimentos na página Como Acertar? para descobrir como manter certa a hora do computador, para utilizadores e criadores de sites.

O primeiro "segundo intercalar" foi adicionado em 1972.