quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Um lagarto parecido com um dragão? Descobertas 163 novas espécies no Grande Mekong








Descobertas incluem peixes, répteis ou plantas.

Uma cobra que na cabeça tem as cores do arco-íris ou um lagarto parecido com um dragão estão entre as 163 novas espécies que um grupo de cientistas descobriu na região do Mekong, anunciou esta segunda-feira a organização World Wide Fund for Nature (WWF).

As descobertas, publicadas num relatório, incluem ainda uma osga com a pele levemente azulada no Laos, uma rã com tons de laranja encontrada no Camboja e Vietname e espécies raras de bananas descobertas no Norte da Tailândia que estão em perigo devido ao aumento da desflorestação na zona.

A zona do Grande Mekong, que alberga territórios da China, Birmânia, Laos, Tailândia, Camboja e Vietname, é o lar de algumas das espécies mais em perigo e raras do mundo. O desenvolvimento rápido na região, desde a construção de barragens a minas, e o tráfico ilegal de espécies selvagens estão a ameaçar estes ecossistemas. “Muitos coleccionadores estão dispostos a pagar milhares de dólares ou mais pelas espécies mais raras, únicas e em risco, comprando-as frequentemente em mercados ilegais de espécies selvagens na região”, alertou Jimmy Borah, do WWF, citado pelas agências Reuters e AFP.

Para Jimmy Borah, as recentes descobertas na região também trazem, ainda assim, esperança numa altura em que os níveis de extinção atingem níveis alarmantes: “A região do Grande Mekong continua a lembrar-nos que existem muitas áreas incríveis e por explorar, provocando novas descobertas todos os anos e é crucial que as protejamos antes que desapareçam.”

No total, foram encontrados nove anfíbios, 11 peixes, 14 répteis, 126 plantas e três mamíferos.

fonte: Público