sábado, 3 de dezembro de 2016

Especialistas japoneses começam a retirar os remos de barca solar de Keops

Especialistas japoneses e egípcios começaram a retirar os remos da segunda barca solar do faraó Keops achada na década de 80 junto à pirâmide levantada por este monarca no planalto das pirâmides de Giza (cidade egípcia), informou nesta quinta-feira o Ministério egípcio de Antiguidades. 

Em comunicado, o diretor-geral encarregado da restauração deste projeto, Issa Zeidan, afirmou que estes remos estão sendo extraídos em vários peças, e que a vara mede oito metros e a pá 178 centímetros. 

A primeira restauração dos remos foi realizada no interior do nicho original onde foi achada a embarcação. Nela, foram usados materiais de reforço devido ao mal estado em que se encontravam pelas altas temperaturas e a humidade do local da escavação arqueológica. 

Além disso, Zeidan destacou que serão tomadas todas as medidas técnicas necessárias para restaurar os remos e restituí-los à barca com a finalidade de exibi-los no futuro no Grande Museu Egípcio, que se encontra em construção e que espera-se que seja parcialmente inaugurado no final de 2017. 

Por sua vez, o supervisor arqueológico do projeto, Mamduh Taha, explicou no comunicado que os especialistas conseguiram até agora retirar cerca de 727 pedaços de madeira dos quais foram restaurados 698, dos quais, um total de 469 foram enviados ao Grande Museu para seu registo. 

O chefe da equipe japonesa e reitor da universidade japonesa Higashi Nippon International University, Sakuyi Yushimura, disse na nota que era provável que o número de remos totais somem 12. 

No final de agosto, o ministro egípcio de Antiguidades, Khaled al Anani, informou que os especialistas japoneses e egípcios encontraram peças de madeira "únicas" com elementos metálicos desta barca solar do faraó Keops (em torno ao ano 2.550 a.C.). 

A primeira barca de Keops foi descoberta em 1954 na parte sul da pirâmide de Keops, perto de onde foi localizada em 1987 em uma sala condicionada, para poder ser visitada pelos turistas. 

fonte: Terra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...