segunda-feira, 25 de abril de 2016

Royal Navy testa avião feito em 3D


Atinge os 160 km/h, dispensa ferramentas e custa menos de 10 mil euros.

O SULSA, como é conhecido, resulta de uma encomenda da Marinha Real Britânica à Universidade de Southampton.

Por isso o SULSA (Southampton University Laser Sintered Aircraft) foi testado pela Royal Navy, nem mais nem menos do que em zonas inacessíveis da Antártida.

Este veículo aéreo não-tripulado foi construído a partir de uma impressora EOS EOSINT P730 e junta quatro partes em nylon, sem necessidade do recurso a ferramentas para a montagem.

O SULSA pesa 3 quilos, com 2 metros de comprimento de envergadura, podendo atingir até 160 km/h.

O preço de custo também é digno de nota: cerca de 7 mil libras (menos de 9 mil euros).

A Royal Navy poderá usar o avião em atividades de vigilância, mapeamento e auxílio à navegação, nomeadamente em zonas remotas.

Os testes foram considerados um sucesso.

fonte: TSF

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...