sábado, 2 de abril de 2016

Uma nova teoria para explicar o fim dos dinossauros


A culpa foi de uma nuvem interestelar, dizem investigadores japoneses.

Os três cientistas suportam esta teoria naquilo que designam por uma fina camada de uma matéria extraterrestre encontrada no fundo do Oceano Pacífico.

Essa matéria apareceu no nosso planeta depois do choque com uma nuvem galáctica ou interestelar.

Esta espécie de nevoeiro teria escurecido o céu e arrefecido o solo, o que deu origem a um inverno rigoroso, com a destruição da camada de ozono e a interrupção da fotossíntese por parte dos vegetais.

Esta nova tese contradiz portanto, entre outras, a mais conhecida de todas, a que atribui a extinção dos dinossauros ao impacto de um asteróide na costa do México, que provocou a difusão pelo planeta de uma camada de 30 centímetros de espessura de irídio, um elemento químico raro na Terra.

Os cientistas japoneses alegam ter encontrado um sedimento rico em irídio, com cinco metros de espessura, muito mais do que o irídio que se espelharia pelo impacto de um asteróide.

fonte: TSF

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...