quarta-feira, 9 de março de 2016

Cratera onde caiu asteróide vai ser perfurada em busca de respostas


Cientistas vão perfurar a cratera onde caiu um gigantesco asteroide há 66 milhões de anos. Haverá respostas sobre o desaparecimento dos dinossauros?

Um grupo de investigadores deve iniciar no final deste mês o projeto de expedição à cratera mexicana de Chicxulub.

Foi ali que caiu, há 66 milhões de anos, um gigantesco asteróide (10 quilómetros de diâmetro, segundo os últimos estudos), que deixou profundas marcas na Terra - agora os cientistas querem saber mais sobre o assunto, na expetativa de encontrarem vestígios de vida que existiu após a colisão.

Será a primeira vez que tal vai ser tentado, o que resulta, em parte, da dificuldade da cratera (com 180 quilómetros de diâmetro) estar parcialmente no mar, onde irá decorrer, precisamente, a perfuração.


Há teorias que relacionam este asteróide com a extinção dos dinossauros, além de muitas outras espécies que viviam na época.

fonte: TSF