terça-feira, 22 de março de 2016

China constrói "misteriosa base" na Patagónia


É a BBC que lhe chama "misteriosa base", mas na Argentina também são muitas as dúvidas e as críticas sobre o investimento chinês na Patagónia.

É apresentada como a "mais moderna estação interplanetária [da China] e a primeira fora de seu próprio território" e situa-se em Paraje de Quintuco, na Patagónia argentina.

A China explica o investimento como parte do Programa Nacional de Exploração da Lua e Marte.

Na Argentina, contudo, são muitas as dúvidas, quanto à possibilidade da instalações terem aproveitamento militar e relativamente à existência de cláusulas secretas no acordo bilateral. Se é verdade que as autoridades espaciais argentinas desmentem esse cenário, o facto é que o novo presidente do país, Mauricio Macri, disse que as iria revelar - terá sido mal informado, como defende o responsável máximo pelo programa espacial em Buenos Aires?

O argumento mais repetido na Argentina pelos críticos do projeto é o facto de a base depender do Exército Popular chinês e não de uma entidade civil.


Estima-se que a base esteja a funcionar em pleno no final deste ano.

fonte: TSF