terça-feira, 24 de abril de 2012

Pensionista britânico mata roedor gigante


Animal era tão pesado que partiu a pá de Brian Watson 

Um pensionista britânico teve a maior surpresa dos seus 67 anos de vida quando ouviu os gritos do namorado da neta, que estava a cortar a relva na casa em Waskerly, no norte de Inglaterra. O motivo de tanto alarme era uma "ratazana gigante", com cerca de 1,20 metros, que ousou passear-se pela propriedade, sendo imediatamente morta pelo sexagenário. 

"Corri em direcção dos gritos e apanhei um pedaço de lenha no caminho. O animal não era muito rápido e consegui matá-lo naquele instante. Nunca tinha visto uma ratazana tão grande", disse Brian Watson ao jornal britânico 'Daily Mail', que noticiou a história depois de um amigo do pensionista ter partilhado nas redes sociais uma fotografia em que este aparece junto ao roedor morto.

O animal deverá tratar-se de um rato de rio oriundo da América do Sul, onde é criado devido ao seu pêlo, sendo incerto como terá aparecido naquela parte do Reino Unido.

Além de ser muito maior do que as ratazanas, o animal era de tal forma pesado que a pá usada por Brian Watson para mostrar a sua presa acabou por partir-se.

Farto de receber visitas de vizinhos e desconhecidos interessados em ver o 'monstro', o responsável pela morte do roedor acabou por incinerar os restos mortais.


Sem comentários:

Publicar um comentário