terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Usava pote de 4000 anos para guardar a escova de dentes


Proprietário até trabalhava como avaliador numa leiloeira mas só se apercebeu de que tinha uma peça importante quando viu um lote com artigos semelhantes

Karl Martin, um avaliador da leiloeira Hansons, no Reino Unido, manteve durante vários anos na sua casa de banho um pote de barro da Idade do Bronze, que lhe servia como como utensílio para pousar a escova de dentes.

O avaliador, que tinha comprado o pote (num lote de dois) por cerca de cinco euros, numa venda de garagem, só se apercebeu de que tinha em casa uma relíquia com cerca de quatro mil anos, feita no território do atual Afeganistão, quando viu imagens de um lote com artigos semelhantes que iriam a leilão.

O pote, enfeitado com a imagem de um antílope, acabou por ser também levado a leilão pela Hansons, rendendo cerca de 80 libras (perto de 90 euros).


Sem comentários:

Publicar um comentário