sábado, 29 de dezembro de 2018

Como reconhecer um extraterrestre entre nós?


A teoria da selecção natural de Charles Darwin e as matemáticas da evolução podem ser utilizadas pelos astrobiólogos para reconhecerem os alienígenas.

Durante uma conferência sobre astrobiologia na Universidade de Stanford, na Califórnia (EUA), ao ser questionado sobre o que seria capaz de convencê-lo sobre a existência de vida extraterrestre, um cientista respondeu que apenas uma foto de um alienígena seria uma prova convincente.

Segundo artigo publicado pelo portal Aeon, a vida é diferenciada pela sua concepção aparente e qualquer organismo, desde as bactérias mais simples até as grandes sequoias, que possuem um grande número de partes complexas, trabalhando juntas para que tudo funcione em conformidade.

Ao contrário da terra e do vento, os propósitos de qualquer ser são a sobrevivência e a reprodução que, combinadas com o ponto anterior, definem a vida. Isso porque, cada organismo gera sua concepção através da selecção natural e em cada geração, a natureza "escolhe" os espécimes com as melhores características para uma melhor reprodução.

A teoria proposta por Charles Darwin no século XIX demonstra que os extraterrestres também devem ser frutos da selecção natural, sendo assim, os astrobiólogos podem utilizar seus conhecimentos juntamente com a matemática da evolução para realizar previsões sobre extraterrestres.

Entretanto, os astrobiólogos baseiam seus estudos nos factos que sucederam a Terra, o que poderia limitar a visão sobre as características especiais, como é o caso do ADN, que não seriam sustentáveis em outros planetas.

Para os especialistas, a selecção natural é universal, sendo que seria possível aplicar a teoria no estudo de mundos totalmente diferentes do nosso.

Sendo assim, pesquisadores acreditam que aquilo que imaginamos de um ser extraterrestre mostraria a divisão do trabalho, com diversas partes especializadas baseadas na teoria, matemática e na selecção natural.

fonte: Sputnik News

Sem comentários:

Publicar um comentário