sábado, 15 de outubro de 2016

Obama comanda EUA a preparar-se para 'eventos extremos do clima espacial'


O presidente dos EUA Barack Obama ordenou uma série de medidas para preparar o país para a eventualidade de fenómenos meteorológicos espaciais.

A ordem executiva presidencial, publicada no site da Casa Branca na quinta-feira (14), explica como as várias autoridades norte-americanas devem coordenar os seus esforços para se preparar e responder a "eventos climáticos espaciais" – a tais como erupções solares – que ocorrem regularmente, alguns dos quais com "efeitos significativos sobre os sistemas críticos de infraestrutura e tecnologias". 

A ordem adverte que "eventos extremos do clima espacial" podem desactivar uma grande parte da rede de energia eléctrica, resultando "em uma cascata de falhas que afectariam os serviços essenciais, como o abastecimento de água, a saúde e o transporte", assim como "a segurança de continentes inteiros", de modo que o governo federal tem de ser capaz de prever e detectar tais eventos, responder a eles e se recuperar de seus efeitos.

Para este fim, foram especificadas tarefas para diferentes agências e departamentos. Entre outras medidas, dá-se um prazo de 120 dias para que todos os reactores nucleares do país contem com protocolos de desligamento de emergência.

Por sua vez, o Pentágono tem que "assegurar o fornecimento oportuno de observações operacionais espaço-climáticas, análises [e] previsões", bem como alertar o governo sobre "fenómenos que possam afectar sistemas de armas, operações militares ou de defesa dos EUA". Por outro lado, o Departamento do Interior tem que estudar “as variações do campo magnético da Terra associadas às interacções entre o Sol e a Terra", enquanto o Departamento de Energia tem que proteger e restaurar a rede de energia “durante uma emergência de segurança da rede declarada pelo presidente e associada a uma perturbação geomagnética”.

fonte: Sputnik News