quinta-feira, 21 de julho de 2016

OVNIS & FOTOGRAFIA "MÁ INFORMAÇÃO INTERPRETAÇÃO"


Esta matéria é referenciada ás muitas imagens que circulam na Internet redes sociais que de alguma forma invadiram os espaços, criando um alarmismo na área da investigação.

O ser humano desde sempre se interrogou se realmente estamos sós neste Universo, seremos realmente a única espécie inteligente existente!

Desde os primórdios anos 30 / 40, foram criadas organizações de pesquisa, centros de estudo e até investigação individual.

Nos últimos anos tem se, vindo a registar uma fluente abertura da mente das pessoas, devido a filmes de ficção cientifica e mesmo determinadas manifestações de Objectos Voadores Não Identificados.

A camada mais jovem está a surgir com uma capacidade mental mais evolutiva aberta, face ao avanço da ciência e das suas correcções em relação ao passado e novas descobertas.
Quanto maior o avanço da ciência maior a capacidade evolutiva das pessoas.


Porem essa abertura levou um pouco ao fanatismo, onde tudo o que voa para essas pessoas são ovnis, tripulados por Marcianos ou entidades do Cosmos.

Um paradigma que nos leva a preocupar bastante.

A Ovnilogia “Ufologia” sempre foi um tema de interesse, onde algumas pessoas ao longo dos anos obtiveram sucesso com os seus trabalhos, dedicação, apresentação dos mesmos com argumentos e justificações científicas.

Hoje são pessoas que vivem unicamente da Investigação Ovni.

Exemplo disso os investigadores - Bob Pratt, Philip Mantle, Staton Friedman Ademar Gevaerd, Nick Pop, entre muitos outros.

Pessoas de sucesso que alcançaram um patamar importante e respeito devido á sua forma de investigação séria e credivel.

São muitos os amantes dos Ovnis que tentam igualar este sucesso.

Porem existe um senão em toda esta situação!

Não existem cursos específicos nesta aérea, uma má formação ou conhecimento pode gerar o caos e falsa informação.

É exactamente isso que ocorre nas redes sociais da Internet.

São muitas as fotografias existentes com pontos onde as pessoas alegam ser ovnis, naves extraterrestres.

Criam afirmações sem o mínimo conhecimento básico.


Nos dias actuais equipamentos fotográficos facilitam muito a vida de quem gosta de efectuar fotografia sem conhecimento ou curso.

Uma ferramenta muito importante na Ovnilogia.

As cameras digitais estão equipadas com muitos recursos e programas facilitando assim a vida de quem as compra sem a mínima experiência em fotografia.

É aqui que a falta de conhecimento, nos pode iludir.

É necessário conhecer muito bem o equipamento da qual é possuidor.

Saber o que está a fotografar, conhecer a sua capacidade de auto foco, zoom e todos os seus inúmeros programas.



Um dos erros mais comuns é o controlo de obturador e ISO

O debate central está nas inúmeras fotografias onde pontos são detectados em fotografia.

Pontos esses que têm uma justificação e não são Ovnis como maioria alega, alimentando os de espírito mais fraco e menos informado sobre o assunto.

Tudo não passa de uma forma de iludir e criar destaque de algo que não é a realidade.

Simples fantasia ficção imaginária.

Segue o exemplo em fotografia.

Espero conseguir explicar correctamente o objectivo desta matéria e a falsa informação baseada na falta de conhecimento de quem publica essas imagens com explicações não coerentes ou sem análise previa.



Esta é uma imagem como muitas outras existentes

Inclusive existe muitos relatos de Ovnis em Aeroportos, fotografias com esses objectos voadores não identificados.

Eis o exemplo da imagem.


No canto superior direito identificamos o objecto em forma de disco o tradicional Ovni

Segundo a imagem é exactamente a forma convencional, que faz muito furor nas imagens de ovnis captadas em fotografias.


Nesta imagem seleccionamos o objecto e passamos lhe, alguns filtros de forma a lhe poder observar os contornos

Assim teremos uma melhor fisionomia do objecto.

Sem duvida de que se trata de um objecto discoide, algo que irá surpreender as pessoas pela sua forma insólita.

Segundo os nossos conhecimentos nada terá esta semelhança muito menos num local onde a Segurança é máximo “aeroportos pistas de aviação”.

Logo á partida toda a imagem é altamente credivel se não existir manipulação digital.

A imagem apresentada se torna autentica e verdadeira.

Na verdade um autentico engodo e má interpretação.
Repare bem no vídeo que se segue.

Tome atenção ao tempo de 1 minuto e 27 segundos.


Nem tudo o que parece ser na realidade, significa que o seja!

Por outras palavras.

Existe uma distorção de informação.

É muito fácil uma camera fotográfica ou mesmo em vídeo ter este tipo de erro e uma péssima interpretação de quem vê mais tarde.

Supostamente seria um objecto discoide.

Aparentava estar atrás do avião, mas na realidade estava bem á sua frente.

O que aconteceu!

O que ocorreu na imagem foi exactamente um auto foco onde a camera estava focada com um objectivo que seria o avião.

O zoom é projectado para um alvo e todo o campo exterior entra numa distorção.

Em movimentos rápidos os corpos ganham outras formas, por essa razão muitos dos objectos capturados em fotografia apresentam distorção e não a tão desejada imagem nítida “perfeita”.Exactamente o que aconteceu com as aves neste vídeo.

Sabemos perfeitamente bem que as aves não são discoides, mas com a sua velocidade as cameras lhes dão outro formato que não o real.

A isto se chama ilusão óptica.

Também as cameras as têm, não são só os seres humanos.

Tudo está relacionado com a programação do equipamento para que foi intencionado.

Uma pessoa sem a mínima experiência irá confundir facilmente e erraticamente este com um Ovni, o que acontece com maioria das pessoas, que mais tarde acabam por colocar essas imagens nas redes sociais.

Actualmente as redes sociais em particular o Facebook está com uma invasão de imagens desta categoria.

São variadas as pessoas que diariamente colocam fotos com pontos de todas as formas e feitios, pessoas estas que se entitulam investigadores sérios e crediveis.

São pontos que podem ser insectos, aves, poeira entre muitas outras explicações lógicas como um simples reflexo de luz.

Porem ao informar esses proprietários de que existe uma explicação lógica para as suas fotos, estes negam os factos, devido a já se, terem mentalizado para com eles mesmos de que seria um Ovni na foto.

O simples facto de não aceitar os factos e possibilidades existentes mostra a incapacidade de avanço na Investigação e sua compreenção.

Mostra o que é denominado na Ufologia de “fanatismo”.

Esse fanatismo leva ao leitor uma falta de conhecimento e transmite uma informação distorcida do seu complemento real.


Esta foto foi efectuada em 2008 pelo fotografo Britânico Kelvin Barbery

Durante semanas esta fotografia fez sucesso e foi divulgada mundialmente por Sites, Blog´s e comunidades sociais.

Mais uma má interpretação.


Estes são exemplos que justificam as muitas fotos (pontos) que não passam disso mesmo.

Pontos na imagem.

Não os poderemos considerar OVNIS com tripulantes a bordo, como referem alguns pseudo - investigadores.

Exemplo de Fotos com Pontos:




Quando utiliza o zoom para focar algo distante, todo o insecto ou ave que cruze o seu campo de imagem próximo á camera esse insecto ou ave terá uma tonalidade distorcida.

Na foto você ficará com a paisagem se for o caso perfeita mas com um objecto desfocado, impossibilitando desta forma o identificar.

Não esquecendo que a deslocação desse mesmo objecto e processamento do obturador vai distorcer a real fisionomia do insecto ou mesmo ave.


São muitas as situações como esta, onde pseudo investigadores tentam iludir os leitores fazendo crer que um ponto ou mancha será um Ovni com seres extraterrestres, vindos de outro Planeta.

Aqui fica uma pequena amostra caseira feita por mim mesmo.

Pode fazer em sua casa com a sua camera fotografica e veja por si os resultados.


Nesta foto cortei uma pequena tira de papel da qual pintei em azul


Em seguida coloquei um pouco de cola sobre o papel e adicionei um pouco de linha de forma a fazer suporte para a experiência, ficando assim com esta forma

Agora assista ao vídeo e veja o comportamento do papel em relação ao zoom.

É exactamente o que acontece quando está a fotografar algo e na foto e surge um ponto desfocado.

Esse ponto pode parecer algo distante, mas acredite que está mais próximo da camera do que o alvo a ser fotografado.

São muitas as fotos existentes nas comunidades, fotos essas que não passam de insectos má interpretação de quem as tirou e resolveu catalogar como Ovni da qual se referem a OVET Objecto Voador Extraterrestre, iludindo muitas pessoas.

INVERSÃO:

O mesmo ocorre quando está a fotografar algo próximo.

A paisagem além do alvo fica desfocada como mostra a foto a baixo a inversão de todo o processo do acima explicado.


Libelula com imagem fixa e paisagem desfocada auto-foco

Pode ter 500 a 1000 fotos com pontos que elas não passam disso mesmo pontos. 

Um verdadeiro investigador nunca toma partido de uma afirmação sem as devidas explicações com lógica e raciocínio. 

Neste caso em particular quero referenciar que no estudo da Ovnilogia também serve para dar as devidas explicações de determinados fenómenos que não têm nada de anormal ou insólito.

Servimos para corrigir as más interpretações e mostrar ao leitor que procuramos a verdade no conceito das explicações plausíveis ao nosso alcance.
Ninguém é detentor da verdade.

Deixe o seu comentário a sua opinião, se esta matéria o ajudou realmente.


Nuno Alves

Espero desta forma ter contribuido com informação a cima.

Nem tudo o que voa é OVNI com alienigenas a bordo, como algumas pessoas referem e defendem.

Devemos manter uma mente aberta mas com os pés acentes no chão não nos desviando da realidade.
Criar afirmações sem meios comprovativos, mostra a inexperiencia e desconhecimento dessas pessoas.

O saber nunca ocupou espaço...

Por esta razão recomendo ás pessoas a obeterem mais conhecimento sobre fotografia e as suas capacidade.

fonte: UFO Portugal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...