quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O dia em que o Boeing da Varig desapareceu


Trinta de janeiro de 1979, uma data que os familiares dos seis tripulantes do voo Varig 967 não esquecem. Os anos passam, fica o mistério.

Na memória de todos está ainda o que se passou em 2014 com o voo MH370 da Malaysia Airlines: 227 passageiros e 12 tripulantes desapareceram alegadamente no Oceano Índico sem deixar qualquer vestígio.

Na lista dos desaparecimentos misteriosos está também o voo Varig 967, que saiu dos radares a dia 30 de janeiro de 1979, sem qualquer pista.

Apenas se sabe que o Boeing 707-323C saiu do Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio, às 20h23, com destino ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão e que fez um primeiro e único contacto 22 minutos depois.

A tripulação era constituída por seis homens.

O voo, de carga, transportava nomeadamente 153 quadros do pintor Manabu Mabe.

O facto de não haver qualquer indicação sobre o que se terá passado alimentou as mais diversas teorias conspirativas.

fonte: TSF