quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Rússia vai instalar base na Lua antes de ir para Marte


Porque "serão precisos muito mais de 10 anos até termos tecnologias seguras e possibilidades de viajar até Marte", a Rússia concentra-se na Lua.

O líder da empresa estatal russa Roscosmos, Igor Komarov, revelou que, apesar de todas as mudanças e problemas, a Rússia continuará a explorar a Lua.

"Marte é um objetivo ambicioso", reconheceu, mas a Lua está em primeiro lugar: "Serão realizadas cinco expedições automáticas, não tripuladas. Está também em preparação um programa de voo tripulado à Lua", destacou Komarov em entrevista ao jornal russo Komsomolskaya Pravda.

Komarov sublinhou que a Rússia e os EUA e, provavelmente, a Agência Espacial Europeia deverão fazer estas apostas em conjunto.

"Agora não há o objetivo de ser o primeiro a chegar", disse também, até porque ainda falta tecnologia para chegar a Marte:

"Temos de assegurar, pelo menos durante um ano, boas condições para a vida dos cosmonautas [na Lua] e manter o equipamento operacional. Sem isso, não há [voos até] Marte. Penso que serão precisos muito mais de 10 anos até termos tecnologias seguras e possibilidades de viajar até Marte", disse Komarov.

No início desta semana, Vladimir Putin assinou o decreto que acaba com a Agência Federal Espacial, passando as competências para a empresa estatal Roscosmos.

fonte: TSF