sábado, 19 de dezembro de 2015

Osso descoberto na China abre enigma na evolução humana


Afinal os humanos primitivos terão vivido até muito mais tarde do que se pensava. Um fóssil encontrado na China pode mudar o que sabemos sobre a nossa evolução.

Um osso encontrado na China está a "complicar" o que damos por adquirido sobre a evolução do homem.

Esse fragmento de fémur pode indicar que uma antiga espécie humana, que se pensava estar extinta há muitas dezenas de milhares de anos, terá sobrevivido até bastante mais tarde, concretamente até ao final da última Idade do Gelo (até cerca de 14 mil anos).

O fóssil terá características que o aproximam do Homo Habilis e doHomo Erectus, que viveram há mais de um milhão de anos.

Falta saber se este osso é um caso isolado ou se temos mesmo de repensar o que sabemos sobre a evolução humana.

Encontrado em 1989, o fóssil esteve durante muitos anos sem ser estudado, guardado num museu de Yunnan (China).

Uma equipa de cientistas, liderados por um australiano e um chinês, acaba de publicar estas conclusões na revista PLOS ONE.

fonte: TSF

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...