sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Imagem feita pela NASA há 55 anos poderia indicar vida alienígena, diz ufólogo


Imagens divulgadas pela NASA há 55 anos serviram como base para uma suposta identificação de vida extraterrestre, pelo ufólogo Scott Warning, que publicou a análise em seu site pessoal.

Tiradas na década de 60, durante a missão do Projeto Mercury, elas revelariam um disco voador, mostrando a atenção alienígena aos passos do ser humano. 

As publicações de Scott Warning são famosas e ele já divulgou inúmeros indícios de OVNIs em fotos divulgadas por agências espaciais, tornando-se um dos ufólogos mais ativos da atualidade. Em uma declaração polêmica, ele chegou a afirmar que a erupção do vulcão Calbuco, no Chile, teria sido causada por alienígenas. Desta vez, não foi diferente. 

“Eu encontrei um disco voador em algumas fotos da missão do Projeto Mercury. A missão ocorreu em dezembro de 1960, e por que motivo os alienígenas não estariam interessados em assistir um momento histórico na história da humanidade?”, escreveu ele no artigo. 

Segundo o ufólogo, as condições da missão espacial comandada pela NASA eram propícias para uma aproximação extraterrestre. “Especialmente pelo fato de a primeira cápsula não ser tripulada, eles não tinham preocupações em serem vistos. O que vemos no fundo da imagem é a Terra e o UFO está no espaço observando a cápsula Mercury”, relatou Warning em um trecho. 

“O disco é difícil de ser identificado na primeira foto, mas depois de 3 fotos, fica fácil vê-los. Parece que um disco clássico com uma sombra dele mesmo”, concluiu ele. 

Apesar da grande maioria do público não acreditar nas afirmações de Warning, uma pequena parcela acredita que a NASA esconde segredos sobre a exploração espacial em busca de vida extraterrestre.