terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O cão-robô da Google é demasiado barulhento para ser usado pelos Marines


O robô todo-o-terreno que consegue transportar quase 200 quilos de carga não vai ver a frente de batalha nos próximos tempos

Um robô desenvolvido pela Boston Dynamics, pertencente à mãe da Google, a Alphabet, tinha como objetivo ajudar as tropas a transportar cargas por terrenos difíceis. Com quatro patas e referido como "cão-robô" ou "mula robótica", consegue transportar quase 200 quilos de carga e está a ser desenvolvido há mais de três anos. Mas tem um problema: é demasiado barulhento.

O Legged Squad Support System (ou LS3) tem um motor a gasolina que faz tanto barulho que denunciaria a posição das tropas que o usassem. Ao site especializado Military.com, o porta-voz dos Marines Kyle Olson explicou que o robô seria um problema para soldados em zonas de conflito.


"Era difícil ver o potencial do robô por causa das suas limitações", disse Kyle Olson. Os soldados que o testaram "viram-no pelo que era: um robô barulhento que poderia denunciar as suas posições".

A Boston Dynamics também criou um segundo robô com financiamento de empresas de desenvolvimento militar, este com um motor elétrico que fazia menos barulho. No entanto, este robô chamado Spot era mais leve e, por isso, não conseguia transportar cargas superiores a 20 quilos, o que não seria muito útil para os soldados norte-americanos.

Outro problema dos robôs da Boston Dynamics, como destaca a Quartz, é que seriam difíceis de reparar em campo se por acaso sofressem alguma avaria.