sábado, 14 de julho de 2018

Enorme sarcófago negro descoberto no Egito (e ninguém sabe quem está lá dentro)


Arqueólogos descobriram um enorme sarcófago de granito preto numa escavação em Alexandria. O túmulo tem 1,85 metros de altura, 2,65 metros de comprimento e 1,65 metros de largura – é o maior já encontrado na costa norte do Egito.

No túmulo subterrâneo também foi descoberta uma grande cabeça de alabastro, que os especialistas assumem que represente a figura que está enterrada no sarcófago, embora esta ligação ainda não tenha sido confirmada.

De acordo com Ayman Ashmawy, do Ministério de Antiguidades do Egito, a camada de argamassa entre a tampa e o caixão ainda se encontra intacta, o que indica que o túmulo não foi aberto desde que foi lacrado, há mais de 2.000 anos.


Esta situação é particularmente rara num local como este. Os túmulos do Antigo Egito são frequentemente saqueados e danificados ao longo dos séculos. Os arqueólogos dificilmente conseguem encontrar um sarcófago totalmente intacto.

O local remonta ao período Ptolomaico entre 305 a.C e 30 a.C. O túmulo, cinco metros abaixo do solo, está agora guardado, enquanto os cientistas tentam desvendar o que está exatamente dentro do sarcófago.

Os cientistas não conseguiram confirmar a identidade do egípcio enterrado, nem se sabe se algum dia poderá ser desvendada mas, um túmulo deste tamanho pode significar alguém com grande estatuto social.

fonte: ZAP