quarta-feira, 4 de julho de 2018

Arquivos secretos: Londres receava que URSS e China obtivessem tecnologias alienígenas


Documentos desclassificados, denominados "Arquivo X britânico", revelaram que o Ministério da Defesa britânico passou meio século caçando OVNIs, motivado pela preocupação de que a União Soviética ou a China já tivessem obtido tecnologia alienígena.

Segundo documentos secretos recentemente obtidos pelo investigador David Clarke, entre 1947 e 1997 os serviços de inteligência britânicos tinham duas divisões focadas em investigar relatos e supostos testemunhos de OVNIs.

No início deste mês, Clarke obteve cópias dos relatórios da divisão de Fenómenos Aéreos Não Identificados (UAP, na sigla em inglês) do Ministério da Defesa britânico.

De acordo com o relatório da UAP, que será divulgado ao público após ser desclassificado, a Força Aérea Real estava "particularmente interessada em qualquer nova tecnologia […]", informou o site news.com.au em 2 de julho. Os documentos também revelaram que o governo britânico estava interessado em encontrar OVNIs para usar suas tecnologias contra os inimigos durante a Guerra Fria, que ocorreu entre 1945 e 1990 entre os países socialistas aliados à União Soviética e as potências ocidentais lideradas pelos EUA.

"Apesar dos documentos terem sido parcialmente censurados, eles não podem esconder o facto de que os militares britânicos queriam apoderar-se da tecnologia OVNI — ou do que eles próprios chamaram de 'nova tecnologia em armamentos'", disse Clarke à edição Sun.

"Os arquivos revelam que estavam desesperados por obter essa tecnologia — de onde quer que viesse — antes dos russos ou chineses", acrescentou ele.

Nick Pope, um ex-funcionário que trabalhou para o Ministério da Defesa do Reino Unido entre 1985 e 2006, disse que tem trabalhado com seus ex-funcionários para garantir que os arquivos desse projecto do governo britânico sejam revelados ao público.

"Liderei o projecto de OVNIs do governo britânico e estou satisfeito por vários ovnilogos terem obtido documentos sobre meu antigo trabalho", disse ao Sputnik Internacional.

Pope também confirmou que o governo britânico sabia das pesquisas russas e chinesas relacionadas com os OVNIs e estava tentando desenvolver suas próprias tecnologias militares alienígenas. Os britânicos queriam obter algumas "novas tecnologias bélicas" dos ONVIs, por exemplo, uma espécie de arma de energia direccionada, acrescentou o especialista.

"Se tal coisa fosse possível, evidentemente não queríamos que os russos ou os chineses fossem os primeiros a apoderar-se dela. Embora eu não caracterize isso como uma corrida para adquirir 'armas alienígenas', o que fizemos foi provavelmente tão estranho como qualquer coisa que pode ver em episódios do Arquivo X [uma popular série de televisão dedicada às investigações de casos envolvendo fenómenos paranormais]", observou ele.

Segundo o investigador de OVNIs John Tenney, os documentos recentemente desclassificados revelam que, enquanto os principais governos do mundo continuam dizendo às populações que não há razão para terem receio de fenómenos alienígenas, os próprios governos estão realmente interessados e activamente agarrados num processo contínuo de pesquisa.

"Durante décadas, governos, autoridades e a mídia descrevem os que estão interessados em fenómenos ligados a OVNIs como pessoas irracionais, delirantes ou paranóicas, enquanto, ao mesmo tempo, gastam milhões de dólares dos contribuintes investigando os mesmos fenómenos e as consequências que esses fenómenos podem ter", concluiu Tenney.

fonte: Sputnik News