terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Nova teoria ajuda a explicar extinção dos dinossauros na Terra


A explicação mais consensual para a extinção dos dinossauros baseia-se na teoria de que um asteroide de grandes dimensões atingiu a Terra há mais de 60 milhões de anos, causando uma enorme explosão que levou ao desaparecimento não só dos dinossauros, como de outras espécies de animais de plantas. Um novo estudo avança agora com uma nova teoria, menos catastrófica, que poderá ter contribuído para a extinção dos dinossauros. Cientistas afirmam que o seu tempo de gestação é afinal bem mais longo do que se julgava.

Investigações baseadas na análise de fósseis de embriões de dinossauros descobriram que o período de incubação dos dinossauros não voadores é de pelo menos seis meses para uma das espécies. Esta descoberta permite concluir que os dinossauros estariam assim em desvantagem face a outros animais cujo período de gestação é mais curto.

"Pensamos que a nossa descoberta tem implicações para perceber porque é que os dinossauros foram extintos no final do período Cretáceo, enquanto anfíbios, aves, mamíferos e répteis conseguiram resistir e até prosperar", afirmou ao de Science Alert um dos responsáveis pela investigação, o biólogo Gregory Erickson da Universidade Estatal da Florida.

Os cientistas julgavam que o período de incubação dos dinossauros seria semelhante ao dos seus antecessores dinossauros não voadores, entre 11 e 85 dias.

Para a testar a veracidade desta descoberta, Erickson e a sua equipa examinaram fósseis de embriões de duas espécies: Protoceratops, um dinossauro de dimensões mais reduzidas, e Hypacrosauros, de grandes dimensões.

Os cientistas descobriram que o embrião do Protoceratops tinha quase três meses, enquanto o do Hypacrosaurostinha seis meses.

"Fiquei estupefacto", disse Erickson. "Enquanto biólogo, percebi as inúmeras implicações que o período de incubação tem para o grupo".

No caso dos dinossauros, um período de foi particularmente decisivo. "Ter um período de encubação lento - três a seis meses - aumentou a exposição dos ovos aos predadores, bem como a fenómenos atmosféricos extremos como cheias ou períodos de seca", explicou Erickson.

O impacto de um asteroide na Terra ou os movimentos das placas tectónicas que causaram drásticas alterações climáticas, qualquer das hipóteses para a extinção dos dinossauros terá agora de ter em consideração as relevantes conclusões deste estudo, publicado em Proceedings of the National Academy os Science of the USA.

fonte: SIC Noticias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...