quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Desenhos misteriosos descobertos em cavernas numa ilha deserta das Caraíbas


Desenhos em cavernas da civilização Taino, Porto Rico.

Arqueólogos britânicos descobriram um conjunto de figuras misteriosas desenhadas em cavernas de uma ilha desabitada de Porto Rico. As imagens reportarão ao período da civilização Taino que foi dizimada pelos conquistadores europeus.

Esta equipa de arqueologia, constituída por elementos de diversas entidades britânicas, investigou cerca de 70 cavernas na Ilha de Mona que pertence ao arquipélago de Porto Rico, situando-se entre este território e a Ilha de São Domingos, no mar das Caraíbas.

Foi, assim, que se depararam com milhares de desenhos nas paredes das cavernas. Os investigadores notam que se trata da “maior concentração de arte pré-colombiana indígena das Caraíbas“, conforme se refere no artigo científico publicado no Journal of Archaeological Science.

As imagens incluem figuras humanas, de animais e da natureza, algumas pintadas e outras desenhadas com carvão ou riscadas nas paredes, usando os dedos ou ferramentas semelhantes a dedos.


“A maior parte do trabalho que identificamos, neste estudo científico, foi feito durante um intenso período de actividade indígena nas cavernas, entre 1200 d.C. e a chegada europeia, depois de 1492 d.C.“, explica um dos autores da pesquisa, o curador da secção dedicada às Américas do Museu Britânico, Jago Cooper, em declarações à Fox News.

A análise permitiu concluir que “as imagens são pré-colombianas, feitas por artistas que exploravam e experimentavam nos subterrâneos profundos”, destaca, também na Fox News, a investigadora Alice Samson, professora de Arqueologia na Universidade de Leicester, no Reino Unido.

Estes desenhos podem, assim, ser um testemunho relevante sobre a civilização Tainoque terá habitado em Mona, até ao fim do Século XVI. Aquando da chegada dos invasores europeus, a população das Caraíbas seria muito superior em milhões, mas acabou dizimada pelos colonos.

“Para as milhares de pessoas indígenas que viviam nas Caraíbas antes da chegada dos europeus, as cavernas representavam portais para o reino espiritual e, por isso, estas novas descobertas dos artistas e das suas obras capturam a essência do seu sistema de crenças e dos blocos construtores da sua identidade cultural”, afiança Jaco Cooper em declarações divulgadas pela revista Newsweek.

Na pesquisa, os investigadores sustentam que os povos indígenas iam para as cavernas especificamente para elaborarem estes desenhos. Como prova disso indicam que encontraram uma espécie de “kit de arte pré-preparado”, com tintas complexas feitas a partir de gomas de plantas.

fonte: ZAP aeiou