terça-feira, 20 de março de 2018

Mulher que diz ter visto o "bigfoot" processa a Califórnia

 

Uma norte-americana que garante ter avistado a figura do "bigfoot", também conhecida por "sasquatch", no sul da Califórnia, EUA, processou aquele estado norte-americano, depois de responsáveis pelos parques naturais terem afirmado que ela viu apenas um urso.

Ao longo dos anos, muitas pessoas garantem ter avistado o suposto animal humanoide, cuja existência nunca foi provada através de evidências físicas ou registos de imagem claros. No cinema que nos chega de Hollywood, a presença da figura é uma constante e os espectadores estão familiarizados com a figura que acompanha o imaginário dos norte-americanos, tal como o monstro de Loch Ness vive no imaginário dos escoceses.


Claudia Ackley, uma norte-americana que acredita ter dado de caras com esta figura no último ano, em cima de uma árvore num parque natural, abriu uma ação judicial contra o Estado da Califórnia, por vários responsáveis lhe terem dito que o que ela viu foi na verdade um urso e por não reconhecerem as várias espécies de "sasquatch".

A apoiar o caso judicial encontra-se o realizador Todd Standing, que tem um documentário na Netflix sobre o animal e que acredita que o avistamento é verdadeiro, revela a "Fox News". Claudia filmou um clipe de vídeo pouco claro que afirma ser a prova do que diz e que usa para sustentar as suas afirmações.

"As minhas filhas já viram ursos e não se assustam com ursos", garante, dizendo que a criatura tinha "olhos pretos" e não tinha expressão no rosto. "Parecia um Neandertal com pelo em todo o corpo", conclui.

O julgamento começa esta segunda-feira.