quinta-feira, 29 de março de 2018

Galo sobrevive durante uma semana sem cabeça e é adotado





Galo sobrevive durante uma semana sem cabeça e é adotado

Animal recebeu o nome de "Guerreiro".

Um galo sobreviveu durante uma semana após ser decapitado. A força do animal fez com que uma veterinária, Supakadee Arun Thong, o decidisse adotar, dando-lhe o nome de "Guerreiro".

O caso ocorreu na Tailândia. O galo foi encontrado numa tua de Ratchaburi, sem cabeça e completamente ensaguentada.

A médica decidiu cuidar do animal, empurrando-lhe a comida pelo pescoço abaixo e dando-lhe medicamentos para cicatrizar o golpe. Da sua cabeça, apenas restava a língua, o que facilitou a ingestão dos alimentos.

Em declarações a um jornal local, Supakadee revelou que a ave se encontrava estável e a responder bem aos tratamentos. "O animal tem vida. Se ele quer viver, nós só temos que ajudar", explicou.

Até ao momento, não se sabe qual terá sido a verdadeira causa para o galo ter perdido a cabeça, no entanto, tudo aponta para a hipótese de ter sido atacada por outro animal.

Apesar do carinho que sente pela ave, a veterinária está a apelar para que alguém possa ficar com o "Guerreiro" e dar-lhe um lar como todos os animais merecem.

Este caso não é o único no mundo. O galo Mike sobreviveu 18 meses sem cabeça, no Utah, EUA, entre os anos de 1945 e 1947, e tornou-se num fenómeno de sucesso, sendo ele até ao momento o detentor deste recorde.

fonte: Correio da Manhã