domingo, 8 de março de 2020

Primeira espécie descoberta já com plástico no organismo

Eurythenes plasticus

Foi encontrada uma nova espécie de anfípode a 6,9 quilómetros de profundidade. Esta é a primeira espécie a conter plástico no seu corpo no momento em que foi descoberta.

Esta nova espécie, descoberta na Fossa das Marianas, foi batizada como Eurythenes plasticus, para salientar o facto de ter plástico no corpo, apesar de habitar nas profundezas do mar.

Alguns dos espécimes analisados pelos investigadores da Universidade de Newcastle, que publicaram os resultados na revista Zootaxa, tinham no seu organismo tereftalato de polietileno, que entra na composição dos sacos de plástico que usamos em casa, das garrafas de água e de algumas roupas de ginásio.


Sem comentários:

Publicar um comentário